Buscar

NOVA PLATAFORMA VAI GERENCIAR ACERVO DO SERVIÇO GEOLÓGICO DO BRASIL

O Serviço Geológico do Brasil (SGB/CPRM) iniciou em 2019 os trâmites para a aquisição da RockLab Digital, uma plataforma voltada à gestão das informações do acervo amostral da Rede de Litotecas. A disponibilização da nova ferramenta está sendo realizada pela empresa PETREC - Petroleum, Research and Technology , que lidera o consórcio vencedor da licitação da Agência Nacional de Petróleo (ANP) cujo contrato, válido por cinco anos, viabiliza uma solução de tecnologia da informação para gerenciar o acervo de Óleo e Gás da União.

RockLab Digital, a nova plataforma digital para gerenciamento do Acervo Geológico do SGB-CPRM
















A RockLab Digital consiste em um software de gestão de dados que permite ao usuário, em um mesmo ambiente, visualizar dados de poços, quantificar dados petrofísicos dos diferentes tipos de amostras, bem como, analisá-las virtualmente através de modelos digitais semelhantes ao dado real. Por meio da plataforma, também é possível gerenciar grandes acervos físicos de amostras por meio de registros sobre armazenamento, movimentação, histórico de manuseio e funcionalidades de consulta e controle.


As equipes técnicas da PETREC e do Serviço Geológico do Brasil estão trabalhando para que o todas as adaptações necessárias para o carregamento de dados do acervo geológico sejam finalizadas ainda no primeiro semestre deste ano. De acordo com o coordenador-executivo da Rede de Litotecas, Jônathan Rojas, a RockLab beneficiará todos os usuários do SGB-CPRM, desde a equipe de gestão até a sociedade como um todo, pois será possível visualizar e pesquisar as informações do acervo e saber onde, quanto e como ter acesso a um material ou exemplar geológico. “Em face da constante perda de pessoal, a busca por automação e informatização dos processos é essencial para a continuidade dos trabalhos executados pela equipe da Rede de Litotecas, que hoje gasta uma quantidade enorme de tempo fazendo atividades de controle sem a ferramenta adequada” , disse Jônathan Rojas. Gerenciamento Fundada em 2013, a PETREC tem base tecnológica spin-off do Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (COPPE/UFRJ) e atua no segmento de aquisição, processamento e interpretação de dados geofísicos para os setores de Óleo & Gás e Mineração, detentora da plataforma RockLab Digital. “A solução tecnológica que será implantada na ANP para gestão do acervo de rochas e fluidos trará uma mudança significativa no processo de acesso destes dados. O objetivo é simplificar a burocracia e reduzir o tempo que o usuário leva para ter as amostras em mãos. Além disso, para a ANP, este projeto facilitará em muito a gestão do cadastro de solicitantes, declarações anuais de amostras e tudo que envolve o rastreamento de cada amostra” , explica Josias Silva, CEO da PETREC. Silva afirma, ainda, que não somente o usuário será beneficiado, mas também a ANP, depositárias e operadoras serão beneficiadas no processo, pois passarão a declarar apenas as alterações no acervo, e não todas as amostras que possuem. Esta metodologia acontece atualmente, o que demonstra uma sinergia e um grande alinhamento entre as empresas. “A ANP tem suas diretrizes muito bem estabelecidas em relação a organização e manutenção do acervo das informações e dados técnicos relativos às atividades reguladas da indústria do petróleo, do gás natural e dos biocombustíveis, e isso é uma referência para o Serviço Geológico, pois a empresa ainda não tem uma regulamentação semelhante na Agência Nacional de Mineração - ANM, de onde advém o nosso acervo de materiais e exemplares geológicos” , destaca Jônathan Rojas.





Fontes/créditos:


Assessoria de Comunicação - ASSCOM

Serviço Geológico do Brasil -SGB/CPRM

raphael.vicoso@cprm.gov.br

asscom@cprm.gov.br



Por Raphael Viçoso


Parceiros 
Tec Mineração.jpg
2.png
CETEM.jpg
LAPROM.jpg
logo-cba.png
CPRM.jpg
  • facebook64x64
  • Clube da Mineração
  • twitter64x64
ANBEM.jpg
ANM.jpg

 Entre em Contato

© 2014 Clube da Mineração - Brasil