Buscar

BALANÇO SOCIAL DA CPRM/SGB


Em 17 de julho de 1969, na carta de exposição de motivos para a criação da Companhia de Recursos Minerais - CPRM, o então ministro de Minas e Energia, Antônio Dias Leite Júnior, escreveu ao então presidente da República, Arthur da Costa e Silva, a seguinte justificativa: "A mineração no Brasil encontra-se em atraso em relação a outros setores de atividade econômica. A produção mineral do nosso país é também reduzida quando comparada a de outros países de grande área territorial. No balanço de pagamento com o exterior, o valor dos bens minerais importados é superior ao dos exportados.








É com grata satisfação que informamos que a criação da CPRM há 53 anos foi um marco para o setor mineral brasileiro. Desde 1994, tem atribuições de Serviço Geológico do Brasil (SGB), e contribui, em conjunto com diversas instituições públicas e privadas, para o impacto positivo e crescente do setor mineral na balança comercial brasileira.

Em 2021, o setor mineral foi responsável por cerca de 80% do saldo comercial brasileiro, com registro de saldo comercial mineral (diferença entre exportação e importação de minérios) de quase US$ 49 bilhões.

Adicionado ao desenvolvimento do setor mineral, os programas e projetos desenvolvidos pelo Serviço Geológico do Brasil atendem diversas metas dos 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU), integrando de maneira equilibrada, as três dimensões da sustentabilidade (econômica, social e ambiental), pois:

  • Ampliam o desenvolvimento social em âmbito nacional e regional;

  • Colaboram diretamente com o desenvolvimento da agricultura, através dos remineralizadores do solo e dos estudos e pesquisas de fosfato e potássio;

  • Atraem investimentos do setor produtivo, aumentando o número de empregos diretos e indiretos;

  • Promovem o desenvolvimento econômico;

  • Contribuem para o aumento da disponibilidade hídrica;

  • Colaboram para a prevenção e mitigaç.ão das consequências dos desastres naturais;

  • Aumentam o consumo e a produção, conscientes com sustentabilidade pelo uso dos minerais portadores do futuro (Li, W, Cu, Ni, grafita, Co, Mn) na indústria de base tecnológica, responsável pela produção de baterias de veículos elétricos e· híbridos e de geradores de energia solar e eólica.


Destacamos que nesse primeiro balanço social do Serviço Geológico do Brasil foram avaliados e detalhados os impactos econômicos de sete projetos e serviços, em função da disponibilidade dos dados e informações e do desenvolvimento das metodologias de cálculo de seus impactos econômicos. Nos próximos balanços sociais esse número tende a saltar expressivamente em função do aprimoramento das metodologias de cálculo de impacto econômico e do aumento do número de projetos e serviços a serem considerados.











Acesse a publicação completa aqui



Fontes/Créditos:

Companhia de Recursos Minerais - CPRM/SGB


http://www.cprm.gov.br

http://www.cprm.gov.br/publique/Acesso-a-Informacao/Balanco-Social-7532.html



Mineração - Mining - Minería - CPRM - SGB

0 comentário