Buscar

PETRÓLEO SOBE, MAS PREOCUPAÇÕES COM EXCESSO DE OFERTA PERMANECEM


Investing.com - Preços do petróleo nos EUA subiram nesta sexta-feira após notícias de uma queda nas exportações sauditas de petróleo para os EUA, embora receios com a produção e os estoques em alta nos EUA continuem a pesar.

© Reuters. Petróleo ganha terreno com corte na exportação saudita

Contratos futuros de petróleo dos EUA com vencimento em maio subiam 0,50% para US$ 47,94 o barril, não muito longe da mínima de quatro meses da quarta-feira de US$ 47,08.

Na Bolsa de Futuros ICE (ICE Futures Exchange), em Londres, o contrato de petróleo Brent para maio subiu 0,40% e o barril era negociado a US$ 50,75.

Preços do petróleo tiveram impulso após a Arábia Saudita afirmar que suas exportações de petróleo bruto para os EUA em março cairiam cerca de 300.000 barris por dia (bpd) em comparação com fevereiro, o que se alinha ao acordo de redução de oferta da Organização dos Países Exportadores de Petróleo.

Entretanto, as exportações sauditas continuam altas para outras importantes regiões consumidoras.

Contudo, investidores estavam ainda cautelosos após a Administração de Informação de Energia afirmar em seu relatório semanal que os estoques de petróleo ganharam 5 milhões de barris na semana passada chegando a um total recorde de 533,1 milhões.

Preços do petróleo caíram este mês em meio a receios de que a crescente recuperação na produção de xisto dos EUA possa afetar os esforços de outros grandes produtores para reequilibrar o movimento de demanda e oferta global.

A OPEP e outros produtores de petróleo, incluindo a Rússia, realizaram acordo em novembro para reduzir em 1,8 milhão de bpd durante a primeira metade do ano para reduzir a oferta global.

O relatório mensal mais recente da OPEP mostrou que os estoques mundiais de petróleo subiram em janeiro para 278 milhões de barris acima da média de cinco anos.

Gás Natural

Os Futuros do Gás Natural caíram durante a sessão europeia na sexta-feira (24-03-2017) Na Bolsa Mercantil de Nova York, Os Futuros do Gás Natural em Abril foram negociados na entrega a US$ 3,042 por milhões de unidades térmicas Britânicas no momento da escrita, caindo 0,29%. Anteriormente negociadas na baixa da sessão a US$ por milhões de unidades térmicas Britânicas. O Gás Natural estava propenso a encontrar apoio em US$ 2,902 e resistência em US$ 3,113. O Índice Dólar Futuros, que acompanha o desempenho do dólar norte-americano em comparação com a cesta das seis principais moedas, registrou perdas 0,03% para negociação a US$ 99,53. Em outra parte da Nymex, O Petróleo para entrega em Maio registrou ganhos 0,42% para negociação a US$ 47,90 por barril enquanto O Óleo para entrega em Abril registrou ganhos 0,18% para negociação a US$ 1,4928 por galão.

Fonte/Creditos:

https://br.investing.com

https://br.investing.com/news/not%C3%ADcias-de-commodities-e-futuros/petr%C3%B3leo-sobe,-mas-preocupa%C3%A7%C3%B5es-com-excesso-de-oferta-permanecem-234798

e

https://br.investing.com/news/not%C3%ADcias-de-commodities-e-futuros/os-futuros-do-g%C3%A1s-natural-ca%C3%ADram-durante-a-sess%C3%A3o-europeia-234765

Por investing.com

#mineral #mining #minería #Petróleo #GásNatural #CongressoBrasileirodeMineração

Parceiros 
Tec Mineração.jpg
CPRM.jpg
ANBEM.jpg

 Entre em Contato

  • facebook64x64
  • Clube da Mineração
  • twitter64x64
CETEM.jpg
LAPROM.jpg
ANM.jpg
logo-cba.png

© 2014 Clube da Mineração - Brasil