Parceiros 
mining, mineração, mineral, minería, 矿业 e geologia
mining, mineração, mineral, minería, 矿业 e geologia
mining, mineração, mineral, minería, 矿业 e geologia
mining, mineração, mineral, minería, 矿业 e geologia
mining, mineração, mineral, minería, 矿业 e geologia
  • facebook64x64
  • twitter64x64

 Entre em Contato

© 2014 Clube da Mineração - Brasil

PESQUISADORES NORTE AMERICANOS ENCONTRAM NOVA FONTE DE LÍTIO

 

A maior parte do suprimento de lítio que atualmente eleva a eletrônica moderna é encontrada em salinas no Chile e formações rochosas na Austrália; A descoberta poderia abrir a indústria para vários outros países.

 

 

Pesquisadores dos EUA desenvolveram um novo método para localizar o lítio em depósitos de lago de supervaxcanos antigos, como o Lago Crater no Oregon, EUA, aqui ilustrado. ( Imagem: Shutterstock. )

 

Cientistas dos EUA afirmam que descobriram uma nova fonte de lítio, considerado um dos elementos-chave para produção de baterias recarregáveis ​​usadas em dispositivos de alta tecnologia e carros elétricos: os supervulcões.

 

Em estudo publicado na Nature Communications, a equipe da Universidade de Stanford diz que sedimentos de lago dentro de vulcões hospedar depósitos de argila ricos em lítio, o que seria um passo essencial para diversificar o fornecimento de metal.

 

Atualmente, a maior parte do suprimento de lítio que alimenta a eletrônica moderna é encontrada em salinas no Chile e nas formações rochosas na Austrália, mas os especialistas acreditam que essa descoberta pode abrir a porta para vários outros países se tornarem produtores de lítio, particularmente nos EUA.

 

“A demanda por lítio superou a compreensão científica do recurso, por isso é essencial que a ciência fundamental por trás desses recursos seja alcançada”, disse o principal autor do estudo, Thomas Benson, em comunicado.

 

“Vamos passar a utilizar veículos elétricos para diminuir a emissão de carbono”, acrescentou Gail Mahood, co-autor do estudo e professor de ciências geológicas da Universidade de Stanford. “É importante identificar os recursos de lítio nos EUA para que nossa oferta não dependa de outras empresas ou países “, observou.

 

Os supervulcões são muito maiores que os vulcões comuns e erguem pelo menos 1.000 quilômetros cúbicos de material em uma erupção. Eles parecem grandes buracos no chão, conhecidos como caldeiras, em vez da forma semelhante a um cone tipicamente associada a vulcões regulares. Ao longo de dezenas de milhares de anos, as chuvas e as fontes termais lixiviam o lítio dos depósitos vulcânicos e o lítio se acumula junto com os sedimentos no lago da caldeira, onde se concentra em argila, dizem os pesquisadores.

 

Nem todos os supervolcões deixam o lítio generoso e outros metais raros essenciais para a construção da infra-estrutura energética do século XXI. Mas as caldeiras ao longo da crosta relativamente grossa encontrada no oeste dos EUA são particularmente bons candidatos para tais depósitos, e Benson diz que a maioria deles permanece inexplorada.

 

A descoberta ocorre quando mais empresas, incluindo fabricantes de automóveis como a Volvo, tentam competir com o líder de veículos elétricos Tesla, produzindo modelos amigáveis ​​para o meio ambiente.

 

Fontes/créditos:

Tradução: IBRAM - Portal da Mineração: 

http://www.ibram.org.br/

 

Matéria original:http://www.mining.com/

http://www.mining.com/us-researchers-find-unexpected-new-source-of-much-needed-lithium/?utm_source=digest-en-mining-170816&utm_medium=email&utm_campaign=digest

 

 

Por Cecilia Jamasmie

 

 

 

Please reload

Please reload