Parceiros 
mining, mineração, mineral, minería, 矿业 e geologia
mining, mineração, mineral, minería, 矿业 e geologia
mining, mineração, mineral, minería, 矿业 e geologia
mining, mineração, mineral, minería, 矿业 e geologia
mining, mineração, mineral, minería, 矿业 e geologia
  • facebook64x64
  • twitter64x64

 Entre em Contato

© 2014 Clube da Mineração - Brasil

SITUAÇÃO DE GARIMPO ILEGAL EM PONTES E LACERDA É DISCUTIDA EM BRASÍLIA

A extração ilegal de ouro em Pontes e Lacerda, região Noroeste de Mato Grosso,  e o consequente “caos social” que se abateu sobre o município, foi discutido nesta terça-feira, 20, em Brasília.

 

 

Em busca de uma solução, o senador Wellington Fagundes (PR-MT) e o deputado federal Valtenir Pereira (Pros-MT) iniciaram uma série de audiências na área da produção mineral com o prefeito Donizete Barbosa, onde foi relatada a situação de grave preocupação.

A apreensão aumentou quando, no início desta semana, foi registrado o desmoronamento de um barranco e cinco pessoas ficaram feridas. Dentre os problemas  criados no município está a falta de água e comida. A tendência é que a situação fique incontrolável caso a retirada dos garimpeiros ocorra de forma arbitrária, à força. Há preocupação, inclusive, quanto à segurança das pessoas.

                                                                                                                                                             

“Infelizmente esta é uma tragédia anunciada. Na ânsia de encontrar ouro, os garimpeiros estão escavando o local sem se preocupar com nenhuma medida de segurança. O acidente que aconteceu ontem felizmente não vitimou fatalmente ninguém, mas providências devem ser adotadas para evitar uma tragédia. Nossa preocupação é com as pessoas, com a segurança delas. A situação dos moradores da cidade está caótica”, destacou Wellington Fagundes.

 

A saída, segundo Barbosa, é legalizar o trabalho de mineração. “Estamos estudando a viabilidade de legalizar a exploração do garimpo na Serra do Caldeirão, por meio de cooperativa, a fim de que essas escavações sejam feitas de forma ordenada, dentro das medidas legais e preservando o meio ambiente, já que a jazida se encontra dentro de uma Área de Preservação Permanente (APP)”.

Até o momento mais de cinco mil garimpeiros profissionais e amadores formaram uma vila improvisada na encosta da Serra. Na última sexta-feira (16), a Justiça Federal interditou o garimpo, já que não há licença do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM), para exploração da área.

 

Nesta manhã os parlamentares intermediaram uma audiência com o Secretário de Geologia e Mineração do Ministério de Minas e Energia (MME), Carlos Nogueira, para expor a grave situação. À tarde o grupo deve se reunir com o Diretor-Geral do Departamento Nacional de Produção Mineral – DNPM, Celso Luiz Garcia.

 

Corrida pelo ouro

 

A informação de que grande volume de ouro está sendo coletado facilmente a cerca de 30 quilômetros do centro do município de Pontes e Lacerda (MT) tem atraído muitas pessoas, inclusive de outros Estados. O local vem sendo chamado de Serra Pelada de Mato Grosso, uma referência ao que na década de 80 teria sido o maior garimpo a céu aberto do mundo no estado do Pará. De acordo com a assessoria de imprensa da Prefeitura de Pontes e Lacerda, pessoas estão deixando os empregos na cidade e até mesmo servidores para irem à região.

 

Fonte/créditos

http://mtmaisnoticias.com.br

 

http://mtmaisnoticias.com.br/noticias/politica,6/-situacao-de-garimpo-ilegal-em-pontes-e-lacerda-e-discutida-em-brasilia,40351.html

 

 

Po MT Mais Notícias

Please reload

Please reload