Parceiros 
mining, mineração, mineral, minería, 矿业 e geologia
mining, mineração, mineral, minería, 矿业 e geologia
mining, mineração, mineral, minería, 矿业 e geologia
mining, mineração, mineral, minería, 矿业 e geologia
mining, mineração, mineral, minería, 矿业 e geologia
  • facebook64x64
  • twitter64x64

 Entre em Contato

© 2014 Clube da Mineração - Brasil

CPRM PUBLICA ESTUDO SOBRE METALOGÊNESE DAS PROVÍNCIAS TECTÔNICAS BRASILEIRAS

06.03.2015

 

                                        Segundo professor da USP, a obra possui relevância internacional

 

 

 

      A obra que reúne o conhecimento atualizado sobre as vocações metalogenéticas das Províncias Tectônicas Brasileiras foi lançada durante o 47º Congresso Brasileiro de Geologia, realizado em Salvador, no ano passado. A publicação aborda a caracterização da ambiência geológica e dos controles de formação dos principais depósitos metálicos. Essa edição de mais volume da série metalogenia do Brasil foi organizada por renomados especialistas com atuação acadêmica e da indústria de mineração.

 

    A iniciativa faz parte do Programa Geologia do Brasil e busca preencher lacuna na literatura técnica especializada sobre minerais metálicos no território nacional. A publicação foi organizada pelos pesquisadores Maria da Glória da Silva, Hardy Jost, Raul Minas Kuyumjian e Manoel Barretto da Rocha Neto e teve diversos capítulos elaborados por pesquisadores da CPRM.

 

    Hard Jost um dos organizadores da publicação explica que uma análise da obra permite destacar sua importância. “Do ponto do investidor e da exploração mineral reúne os ambientes geológicos favoráveis para mineralizações, descreve as características da variedade de depósitos minerais conhecidos até o momento e sinaliza a possibilidade de ampliar o potencial para recursos minerais adicionais, no pressuposto de que os depósitos conhecidos não esgotam o potencial conhecido em cada província, além de subsidiar as etapas de planejamento de investimentos”, afirma.

 

     Segundo Jost do ponto de vista científico, a obra contempla o estado atual do conhecimento e permite propor projetos de investigação geológica dirigidos para ampliar o conhecimento em áreas carentes de pesquisa ou em áreas que mereçam detalhamento.  “No aspecto acadêmico, a obra é subsídio valioso para a introdução ao conhecimento geológico e metalogenético das províncias tectônicas do Brasil dirigida a alunos de graduação e pós-graduação dos Cursos de Geologia das diversas universidades do país”, diz Jost.

 

      O professor Benjamin Bley, da Universidade de São Paulo (USP), concorda com essa avalição. “A CPRM cumpriu e extrapolou suas metas de fomentar o conhecimento da geologia brasileira. O livro deveria ser leitura obrigatória em todas as bibliotecas de geociências do Brasil. É uma obra muito importante de nível internacional. Para a academia é um achado. A publicação que faltava, com ingredientes tectônicos inseridos. Para o setor mineral, uma obra de consulta para os próximos vinte anos”, elogia o professor Bley.

 

  Para mais acesse Aqui

 

 

 

Fontes/créditos:

 

http://cprmblog.blogspot.com.br/2015/03/segundo-professor-da-uspa-obra-possui.html

Por  CPRM

 

Please reload

Please reload